Qual tipo de crédito se adequa melhor a sua necessidade?

Conhecer as opções de Instituições Financeiras (IFs) é importante para o empresário saber a diversidade de opções que possui. Ainda mais importante é saber os tipos de operações de crédito que atendem à sua necessidade. Para que o empresário saiba qual é a operação mais viável para seu negócio, parte-se de duas perguntas básicas:

“Para que eu preciso do recurso?”

“Eu possuo garantias para apresentar?”

A partir destas respostas, é possível começar a definir as melhores estratégias de captação. Abaixo, listamos alguns dos principais tipos de operação de crédito para conhecimento.

 

1 Capital de Giro

A mais comum e necessária operação de crédito realizada pelas empresas. Normalmente apresentam prazos curtos de pagamento e taxas mais altas, porém, suas condições podem ser melhores a depender do risco de crédito do cliente e das garantias apresentadas. A maioria das IFs utilizam como garantias os recebíveis futuros, sejam duplicatas ou cartão de crédito, mas há abertura para outros ativos como imóveis e automóveis. É realizada pela maioria das IFs, como bancos de varejo, fomento e de investimento. Este recurso, como o nome sugere, deve ser utilizado como capital de giro para as empresas, pois essa aplicação o rentabiliza de forma rápida. Um erro muito comum realizado por empresários é realizar investimentos com este tipo de operação de crédito de forma não planejada, o que pode acarretar dificuldades no pagamento do empréstimo, resultando na execução das garantias.

 

 

2Investimentos de Longo Prazo

O foco nessa modalidade são investimentos de valor mais elevado e retornos mais longos, como obras, máquinas e equipamentos. São operações que apresentam prazos de pagamento mais extensos e, em geral, exigem imóveis como garantia, por serem ativos que apresentam valores mais perenes ao longo do período de operação.

Nesses casos, as IFs tendem a avaliar o risco e rentabilidade dos investimentos, podendo vir a exigir planos de negócio e estudos de viabilidade afim de garantir uma boa defesa do projeto. Apesar de serem comuns em diversas instituições, as condições variam bastante, se tornando vantajoso uma consultoria especializada para diversificar o pleito e aumentar o poder de barganha.

 

3 Adiantamento de Recebíveis

Sempre lastreadas em recebíveis futuros (concentrados ou pulverizados), esta operação costuma apresentar condições e características mais específicas. É bastante indicada para negócios que trabalhem com recebimentos de longo prazo ou que façam vendas parceladas. A proposta da operação é, justamente, encurtar o prazo destes recebimentos. Os recebíveis podem ter diferentes origens, como: duplicatas de clientes, cartões de crédito, contratos de locação, contratos de compra e venda de imóveis, prestação continuada de serviços, entre outros. A depender da característica dos recebíveis, diferentes modelos de crédito podem ser estruturados e as IFs que a oferecem tendem a se especializar nestas operações, visto que apresentam riscos maiores e análises de segmentos de mercado específicos.

 

MAS ATENÇÃO!

É válido ressaltar que nem sempre será possível para a empresa captar um recurso, ainda que o empresário possua garantias reais. Isso pode se dar por diversas razões, incluindo: baixo histórico de resultados financeiros, passivos expressivos, problemas societários, jurídicos ou fiscais. Por isso, é muito importante que a empresa procure se manter organizada e regularizada caso possua interesse em captar recursos.

 

E aí, já tomou sua dose de impulso hoje? 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *